Diálogos III…

15 04 2010

MUSEU DE ARTE POPULAR CONVIDA

 

O Museu de Arte Popular, vinculado à Fundação de Cultura da Cidade do Recife,  promoverá o terceiro encontro da série Caminhos do santo | Diálogos…, tendo como ponto de partida os assuntos suscitados na mostra Caminhos do santo, inaugurada no dia 21 de Dezembro de 2009.

Reconhecendo e afirmando o museu como um espaço de formação, colaboração e difusão de saberes, o museu apresentará neste terceiro encontro três trabalhos em construção, visando a divulgação, e ao mesmo tempo, o debate das idéias daqueles que trabalham a religiosidade e a cultura popular de Pernambuco e do Nordeste.

No dia 22 de Abril, às 19 horas, teremos: Caminhos do Santo | Diálogos III…peregrinações e cotidianos da fé: um beato, um santo e o homem. A palestra contará com a presença da pesquisadora Priscilla Quirino, mestranda em História na UFPE, que pesquisa a vida e o legado de Cícero José Farias , o Meu Rei, importante líder messiânico nordestino, fundador de uma seita(um beato). Também teremos Aline Pereira, integrante do grupo de pesquisa “História e Religiões” do CNPq/UFPE, que trabalha com a história do Engenho Ramos e toda a sua influência na política e religiosidade local, fundamentada no São Severino dos Ramos (um santo). E, ainda, o pesquisador Márcio Luna, Especialista em História do século XX, pela UFPE, que falará sobre a religiosidade no cotidiano do homem sertanejo a partir de seus estudos sobre  Luiz Gonzaga e o mundo que o cercou (o homem).

O que | Caminhos do santo | Diálogos III…peregrinações e cotidianos da fé: um beato, um santo e o homem.

Quando | 22 de Abril de 2010, quinta-feira, às 19 horas.

Onde | Auditório da Livraria Cultura, Bairro do Recife

Promoção | Museu de Arte Popular – MAP

Quanto | Grátis

Informações | 3232-2803 / 3232-2969

educativomap@hotmail.com   |  museudeartepopular@hotmail.com  |  

https://museudeartepopular.wordpress.com/

Serão emitidos certificados aos ouvintes

 

 

 

Márcio Luna | Especialista em História do Século XX pela UFPE, com pesquisa monográfica intitulada: (SER)TÃO NORDESTINO: A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE CULTURAL A PARTIR DA OBRA DISCOGRAFICA DO REI DO BAIÃO (1945-1956).Graduado em História pela UNICAP. Atualmente se debruça acerca das representações do Sertão Nordestino na música de Luiz Gonzaga, e desenvolve ações Educativas do Memorial Luiz Gonzaga.

Aline Pereira de Araújo | História, UFPE; Integrante dos Grupos de Pesquisa “História e Religiões”, do CNPq/UFPE, e “Gestão Pública e Espaços Público: conflitos e intolerância religiosa”, do MPANE/UFPE; Docente da Rede Estadual de Pernambuco;

Priscilla Pinheiro Quirino | Mestranda em História do Norte e Nordeste do Programa de Pós-Graduação da UFPE; formada pela UFPE como Bacharel em História. Linhas de Pesquisa: Religião e Religiosidades e Gestão Pública e Espaços Públicos: conflitos e intolerâncias. Faz parte do projeto de pesquisa “Gestão Pública e Espaços Públicos”, formado por uma equipe multidisciplinar dos mestrados de Gestão Pública da UFPE, de Ciências das Religiões da UFPB e de Ciências da Religião da UNICAP.

Coordenação de Mesa

Filipe Daniel Barreto |  Ciências Sociais, UFRPE.

Realização | Museu de Arte Popular

Apoio | Livraria Cultura

Anúncios




Para amar Recife…

15 03 2010

Para comemorar o aniversário de 473 anos do Recife, na última sexta-feira, no dia 12 de março, a Prefeitura Municipal organizou roteiros turísticos que contemplassem os principais pontos do município, realizando um passeio repleto de história e de memória, que pelos rios, ruas e becos desvelou o casario, as pontes e alma desta terra cosmopolita e encantadora.

            Assim, a Secretaria de Educação Esporte e Lazer proporcionou a aproximadamente 2.500 alunos de escolas municipais a participação nestes roteiros, incluindo o Pátio de São Pedro, onde está situado o Museu de Arte Popular. Através da atual exposição do espaço intitulada, “Caminhos do Santo”, os alunos encontraram a religiosidade dos populares, com suas crenças no diabo da garrafa, nos ex-votos de casas e nos artistas de Caruaru e Tracunhaém.

            Em uma tarde cultural os alunos também visitaram outros espaços do Pátio, tais quais: Memorial Luiz Gonzaga, Memorial Chico Science, Casa do carnaval e a Igreja de São Pedro. Como diria Clarice Lispector, os alunos tiveram a experiência de viver Recife, tal qual “o mundo que se abre de um botão em uma imensa rosa escarlate”.

Mais algumas informações através do link

http://www.recife.pe.gov.br/2010/03/12/alunos_do_recife_conhecem_pontos_turisticos_e_culturais_de_sua_cidade_170969.php